Home Devocional Todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a...

Todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus Rm 8:28

29
0

Sobre alguns pontos um crente está absolutamente seguro. Ele sabe, por exemplo, que Deus está assentado na popa do navio quando ele mais balança. Um crente acredita que uma invisível mão está sempre no leme do mundo, e que onde quer que a providência possa ser levada, Jeová a orienta.

Esse conhecimento tranquilizador prepara-o para tudo. Ele olha por sobre as águas turbulentas e vê o espírito de Jesus andando sobre as ondas, e ouve uma voz, dizendo: “Sou eu, não temas” (Mt 14:27). Ele também sabe que Deus é sempre bom, e, sabendo disso, está confiante que não haverá acidentes nem erros, que nada pode ocorrer que não devesse ocorrer. Ele pode dizer: “Se eu vier a perder tudo o que tenho, será melhor que eu perca do que eu tenha, se Deus assim quiser; a pior calamidade é a mais sábia e a melhor coisa que poderia acontecera mim, se Deus a ordena”.

“Sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles
que amam a Deus”. O cristão não se limita a acreditar nisso como uma teoria, mas o sabe como uma questão de fato. Tudo tem trabalhado para o bem até agora; os antídotos tóxicos misturados em proporções adequadas operam a cura; os cortes afiados da lanceta limpam a carne orgulhosa e facilitam a cura.

Cada evento tem funcionado para os resultados mais divinamente abençoados; assim, acreditando que Deus governa tudo, que Ele governa com sabedoria, que Ele traz o bem do mal, o coração do crente está tranquilo, habilitado a se deparar com calma diante de cada provação conforme ela vem. O crente pode, no espírito de verdadeira resignação, orar:

“Envie-me o que quiseres, meu Deus, desde que isso venha de Ti; nunca chegou uma porção danosa da Tua mesa para qualquer um dos Teus filhos”. “Diga, minha alma, de onde Deus pode aliviar meus cuidados? Lembre-se que a Onipotência tem servos em todos os lugares. Seu método é sublime, o Seu coração profundamente bondoso, Deus nunca está antes de Seu tempo, e nunca está
atrasado”.

CH Spurgeon – Devocional

Previous articleDeus completa sua boa obra em nós
Next articleComo conhecer a Deus