Home Devocional John Bunyan O Poder da Esperança lições do livro o Peregrino

John Bunyan O Poder da Esperança lições do livro o Peregrino

39
0

O PODER DA ESPERANÇA

John Bunyan conhecia o poder da esperança na sua própria vida e ministério. Ele trouxe a mesma esperança a que se agarrou durante os seus doze anos de prisão por pregar o evangelho nas páginas de seu livro O Peregrino. A medida que Cristão, personagem principal de seu livro, encontra perigos, provações, desilusões e tentações, ele não se agarra à esperança através de pura força de vontade; o Cristão agarra-se à esperança.

Nas páginas de abertura, Cristão é convencido pelo Livro de que deve fugir da Cidade da Destruição antes que esta seja destruída em julgamento. Mas ao implorar à sua família que o viessem juntamente com ele em segurança, foi rapidamente ridicularizado, escarnecido e ignorado pela sua própria família. Portanto, Cristão deixa a sua família e a sua cidade para trás, colocando a sua esperança na promessa de salvação. Mais tarde, na sua busca, Cristão encontra dois homens que lhe imploram para não ir para o Vale da Sombra da Morte. Os homens dizem a Cristão que o Vale está cheio de escuridão, confusão, choro e lamento, e até mesmo duendes e dragões. Cristão, porém, continua em frente, sabendo que não há esperança nos conselhos deles. Uma das personagens mais poderosas do livro é chamada Esperança. A Esperança é uma ferramenta poderosa nas mãos de John Bunyan.

Os pastores devem ser mensageiros da esperança. Alguns que ouvem os nossos sermões todas as semanas permanecem mortos no seu pecado e precisam de ouvir falar da verdadeira esperança, da esperança de salvação, e da vida eterna. Muitos dos nossos membros estão a lidar com o seu próprio Vale da Sombra da Morte ou Vale da Humilhação; precisam saber que não estão sozinhos e que o nosso Deus superou. Muitos já desistiram de ter esperança, raciocinando que não há nada de bom para sua vida em diante. Todavia, como mensageiros da esperança, sabemos que há uma esperança. Temos fé que há sempre razões para ter esperança em Cristo. Portanto, aproveitemos todas as oportunidades para dar esperança às pessoas.

Texto original: Pastoral lessons from John Bunyan and the Pilgrim Progress

Previous articleDaniel exemplo devoção e consistência
Next articleAnsiedade e o Reino de Deus em Mateus 6:31-33